salvaialmas



Relatório de viagens
  • Voltar






17/07/2009
Missão em São Paulo II 2009
Ainda o primeiro dia - 25 de junho



Viagem a São Paulo - Ainda o Primeiro Dia, 25 de Junho de 2009

 A propósito do Milagre da Eucaristia, relatado na primeira parte, devemos aqui acrescentar o que Jesus falou através do Cláudio, à viva voz, após o Milagre. Devemos também lembrar que aqui não se trata da “fala literal” de Jesus, já que não houve a possibilidade de gravar este momento, mas procura-se dar o máximo de aproximação do que Jesus falou. Eis o que Ele disse:

- Filhinhos! Quando Eu disse: “Fazei isto em memória de Mim”, não me referia somente à Transubstanciação ou à Comunhão. Não me referia ao fato de me comungarem, de beberem o meu sangue, mas os convidava a fazerem o que fiz, isto é, seguir os meus rastros de sangue; dar a vida como Eu a dei!

Este convite forte de Jesus cala profundamente em nosso coração, e até nos assusta!

Quem tem coragem?

De fato, quantos se aproximam da Comunhão, sem ter noção alguma do que está fazendo! Ignorando completamente a presença de Jesus. Ignorando o Mistério presente no Altar!

É fácil! Muito fácil comungar! É só seguir a fila!

Milhares de pessoas se condenam ali. Exatamente ali!

Pudemos observar numa Santa Missa, no Santuário Santa Paulina, no Domingo, dia 12, quando pessoas chegavam a todo o momento na Capela onde se celebrava a Santa Missa, e sem qualquer reverência ou escrúpulo se colocavam nos bancos ou nos cantos onde havia lugares. E assim, durante toda a Santa Missa. No momento da Comunhão, TODOS foram comungar, mesmo os que haviam chegado à última hora... E mais ainda: ao comungarem, saiam da Capela para continuar o “passeio” pelo Santuário.

Este é o Domingo para muitos: Passear, fazer turismo... De fato, o que se percebe nas excursões a Santuários ou outros lugares Santos é a vontade de passear, de comer, de comprar, de contemplar lugares, de fotografar...

Onde fica o Santo? Onde fica Jesus?

E Jesus, com seu jeito sublime de amar, de vez em quando se manifesta, mostrando a sua vontade de trazer os filhos de Deus para si, fazendo-os perceber a Sua Divindade, o Seu Sacrifício, a Sua caminhada de sangue em conseqüência de Seu Amor.

Mas onde está a coragem dos que se dizem filhos de Deus?

Na verdade, nós os católicos, somos os que menos temos coragem de viver Jesus. De conviver com Jesus: de testemunhá-lo!

Onde está a nossa história? Que história estamos fazendo?

Porque precisamos fazer história: precisamos conduzir o arado! E ai de quem não o conduz! Ai de quem para o arado!

Podemos lembrar agora uma frase do Saudoso Papa João Paulo II, dita em 18 de Maio de 1980:

“Os homens que sabem olhar para o futuro são aqueles que fazem a história; os outros são arrastados e acabam ficando à margem.”

Estamos à margem?

Cláudio Heckert

 Porto Belo (SC), 15 de Julho de 2009

 

 

 


MOVIMENTO SALVAI ALMAS
Cláudio Heckert, Confidente de Nossa Senhora, residente em Porto Belo, SC
Rua Maria Ramos Guerreiro 104, Vila Nova - CEP 88.210-000

Site: Missão Salvai Almas
Facebook:http://www.facebook.com/salvaialmasoficial
Youtube:http://www.youtube.com/user/SalvaiAlmasOficial
Apoio: Rádio e TV Auxiliadora


Artigo Visto: 2635

ATENÇÃO! Todos os artigos deste site são de livre cópia e divulgação desde que sempre sejam citados a fonte www.salvaialmas.com.br